terça-feira, 27 de setembro de 2011

It's too late to apologize ♫♪

Acordei esta manhã, meio que como quem desperta de um sonho inútil e traiçoeiro, jurei ter escutado o barulho de chuva, quais descobri serem canos furados mais tarde, afundei-me nesse desânimo pela falta de chuva, nada me deixa melhor que ela, o som do choque das partículas de água em milhares de bases, o aroma da terra molhada tão fértil, a feliz sensação de ser intocável por instantes, miséros instantes.
É entre essas sensações, ouvindo uma música qualquer que toca em meu mp4, descubro que as letras da canção está mais que recheadas de razão, saboreio lentamente cada silaba como única, sinto muito, mas descobri hoje que é muito tarde para pedir desculpas, por tudo e de tudo
excuses pour aujourd'hui ne sont pas sur le menu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário